Muito provavelmente, você já ouviu a frase “Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”. Em primeiro lugar, ela foi dita no século V por Hipócrates, considerado o pai da medicina ocidental. E, acima de tudo, ela ilustra perfeitamente o quanto a manutenção da saúde tem relação com hábitos alimentares saudáveis.

Hoje em dia, com tantas opções industrializadas disponíveis, é importante levar em consideração a dica “descascar mais e desembrulhar menos”. Por isso, separamos uma série de orientações e recomendações que ajudarão você a fazer as melhores escolhas alimentares, contribuindo diretamente, e ainda mais, para a sua saúde.

 

Entenda o que faz parte da boa alimentação

Em resumo, uma dieta nutritiva e bem equilibrada diz respeito a consumir proteínas de alta qualidade, carboidratos, gorduras saudáveis ​​para o coração, vitaminas e minerais. É por isso que o Guia Alimentar para a População Brasileira, elaborado pelo Ministério da Saúde, evidencia o quanto é importante que os alimentos in natura ou minimamente processados sejam a base da alimentação. Entre os bons alimentos para a saúde estão:

  • alimentos integrais (pão, macarrão, arroz);
  • frutas, verduras, legumes e tubérculos;
  • queijo menos gorduroso (cottage, minas);
  • oleaginosas (nozes, caju, macadâmia, avelã, amendoim); e
  • carnes brancas (peixe e frango).

Também é importante evitar o máximo possível os alimentos processados e ultraprocessados, assim como as opções que apresentam excesso de gordura saturada, entre elas:

  • comida pronta congelada (pizza, lasanha, macarrão);
  • queijo mais gorduroso (muçarela, prato, cream cheese, catupiry);
  • frituras;
  • lanches em geral (cachorro-quente, hambúrguer); e
  • refrigerantes e sucos industrializados (não integrais).

Portanto, esse cuidado com a alimentação, em conjunto com a prática regular de atividades físicas, é essencial para manter as funções diárias do organismo em pleno funcionamento, manter o peso corporal ideal e prevenir uma série de doenças crônicas.

 

Tenha cuidado com o consumo excessivo de sódio e açúcar

Com certeza, o açúcar é uma conhecida fonte de calorias. O consumo em excesso, consequentemente, pode levar ao ganho de gordura e acelerar o envelhecimento celular. Dessa forma, aumenta-se o risco de múltiplas doenças crônicas, como diabetes e hipertensão. Igualmente, outro grande problema é que o açúcar em excesso pode reduzir os fatores de crescimento neuronal, impactando, portanto, no aprendizado e na memória de longo prazo.

Já o consumo excessivo de sódio reflete diretamente no aumento da pressão arterial. Assim também é importante lembrar que o sódio é um mineral encontrado no sal. Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, 300 mil brasileiros morrem anualmente em decorrência da doença. Problemas renais e osteoporose são outras complicações relacionadas ao excesso de sódio.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), é preciso limitar a ingestão diária de sódio em dois gramas. Essa quantidade representa menos de uma colher de chá rasa de sal.

 

Receita saudável para começar o dia

Desde criança, somos orientados de que o café da manhã é a refeição mais importante do dia, e realmente é. O que ingerimos no café da manhã é peça-chave para dar energia ao longo das horas seguintes. Se você costuma sair de casa pela manhã com pressa, sem dar a devida atenção ao que ingere, essa é uma boa oportunidade para rever seus hábitos.

Separamos uma receita superprática, rápida e que vai contribuir com a sua saúde. Basta bater todos os ingredientes no liquidificador.

  • 2 copos de leite
  • 3 colheres de açúcar mascavo
  • 1 banana média
  • 1/2 mamão
  • 6 morangos
  • 2 colheres de aveia em flocos
  • 1 colher de mel

 

Promova a mudança dos seus hábitos alimentares e tenha mais saúde

Se você não está acostumado a selecionar alimentos que ajudam a promover a sua saúde e bem-estar, comece observando o que você tem ingerido em cada uma das refeições e quantas vezes se alimenta ao dia. Fazer mudanças graduais é uma excelente forma de melhorar a sua relação com os alimentos e contribui para que os novos hábitos sejam mantidos em longo prazo.

O Sidesc conta com diversos profissionais da Nutrição que podem ajudar você nesse processo de mudança, apresentando as melhores opções e montando dietas que tenham relação com a sua saúde e sejam possíveis de cumprir. Acesse nossa rede de parceiros e saiba mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *